Saiu na SuperVarejo: Um gás nas vendas


Quando o assunto é energético, o que boa parte da população pensa é nas baladas. Afinal de contas, por muito tempo o produto foi associado às festas. Combinado com outras bebidas, como os destilados, ele foi referência de consumo nos mais variados eventos, principalmente entre o público jovem.

Com o passar do tempo, a categoria começou a percorrer outros circuitos e, com isso, oportunidades surgiram para o autosserviço alimentar. Nesse mesmo movimento, as bebidas, que antes eram encontradas apenas em latas, ou seja, em embalagens para consumo imediato e individual, começaram a se popularizar, e ganharam versões maiores, como a PET, nas opções de 1 e 2 litros.

Esse tipo de bebida, entretanto, é consumido por apenas 8,6% da população das principais regiões metropolitanas brasileiras, o que representa 3,8 milhões de indivíduos, de acordo com informações da Kantar Worldpanel. Seu consumo ainda é muito baixo no país: 67 ml per capita por ano.

Ainda segundo a Kantar, são os bares e restaurantes os principais pontos de consumo da bebida fora do lar, representando 45% de todas as ocasiões. Já os canais de impulso (como padarias, farmácias e lojas de conveniência, com destaque para esse último canal) são responsáveis por 32% das ocasiões de consumo. Leia na íntegra.


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias


menu
menu