Saiu na SuperVarejo: Metade dos consumidores usará 13º salário para quitar dívida


O número de entrevistados que afirmaram que usarão o 13º salário para quitar dívidas subiu de 37% em 2017 para 45% neste ano, segundo a Pesquisa Hábitos de Consumo de Natal e Fim de Ano realizada pela Boa Vista.
Além disso, 21% alegou que irá poupar a renda extra, enquanto 19% disse que guardará para pagar as contas de início de ano, como IPVA, IPTU, matrícula e material escolar.

Ainda dos que receberão o 13º salário, 6% disse que usará a renda a mais para viajar. 3% para comprar produtos da ceia de Natal e outros 6% dividirá o uso do 13º salário para comprar móveis e eletrodomésticos, roupas e acessórios ou presentes. 1% informou que irá comprar eletroeletrônicos.

Dos que irão poupar, 26% pretende guardar pouco mais de metade ou todo o dinheiro. No ano passado eram 32% os que afirmaram que guardariam todo ou metade da renda extra. Os que devem guardar entre 30% e 50% do 13º são 18% (eram 14% em 2017). E 19% deve poupar até 30% (contra 21% no ano passado). Por outro lado, a pesquisa identificou que 37% dos consumidores que receberão o 13º salário não conseguirão poupar (contra 33% em 2017).

Gastos com alimentação (supermercado e alimentação fora de casa) foram o que mais pesaram para o consumidor em 2018, com 27% das menções. Em 2º lugar foram os gastos com combustíveis, com 23% das menções (eram 17% em 2017) e em 3º os gastos com energia elétrica.

Para economizar, 33% dos consumidores tentaram reduzir os gastos com lazer ao longo do ano de 2018, constatou a pesquisa da Boa Vista. 27% mudou os hábitos com alimentação. 10% reduziu o consumo de energia elétrica. Outros 10% com TV paga, telefone fixo, celular e Internet. 8% com combustível e 3% com moradia (aluguel e condomínio).

32% alegou que não irá comprar presentes neste Natal e Fim de Ano porque está endividado. O desemprego é o segundo motivo, com 21% das menções. 16% porque não comemora a data e 13% porque priorizará outras despesas (casa, escola, médico, etc).  Leia na íntegra.


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias


menu
menu