ABRAS: Setor registra crescimento de 1,97% nas vendas

Com viés de loja de vizinhança, Pejô Supermercado inaugura unidade em Fernandópolis

O setor supermercadista acumula alta real de 1,97% (janeiro a novembro) em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com o Índice Nacional de Vendas, da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), apurado pelo Departamento de Economia e Pesquisa.

Em novembro, as vendas do setor em valores reais – deflacionadas pelo IPCA/IBGE – cresceram 5,36% na comparação com o mês de outubro, e 3,33% em relação ao mesmo mês do ano de 2017.

Para o presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto, o crescimento das vendas de novembro em relação a outubro é devido à sazonalidade das festas de final de ano, impactada também pelas compras da Black Friday.

Já para o acumulado do ano, Sanzovo destaca que o resultado deverá ser inferior ao esperado pela entidade. “No início de 2018 a perspectiva da ABRAS era de que as vendas atingissem um crescimento de 3%, essa estimativa foi revisada em julho para 2,53%. Mas, os últimos sete meses registraram uma estabilidade em torno de 2% em nossos resultados, e acreditamos que deveremos fechar o ano com alta em torno deste número. Mesmo assim, um resultado positivo sempre é bom, e será acima do PIB, que de acordo com as últimas projeções do mercado financeiro deverá encerrar o ano em torno de 1,3%.”

Abrasmercado
Em novembro, a cesta de produtos *Abrasmercado, pesquisada pela GfK e analisada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da ABRAS, registrou queda de -0,52%, passando de R$ 463,88 para R$ 461,48.
Os produtos que apresentaram as maiores quedas nos preços no mês de novembro foram: leite longa vida, xampu, arroz e pernil. As maiores altas foram registradas nos itens: cebola, batata, tomate e refrigerante pet.

Regiões (Abrasmercado)

No mês de novembro, quase todas as regiões brasileiras apresentaram queda no preço da cesta Abrasmercado, exceto a Região Nordeste, que registrou alta de 1,93%, chegando a R$ 413,81 ante R$ 405,97 registrados em outubro, resultado impulsionado por Recife (3,36%) e João Pessoa (2,14%).

*Abrasmercado não é a cesta básica, mas, sim, uma cesta composta por 35 produtos mais consumidos nos supermercados: alimentos, incluindo cerveja e refrigerante, higiene, beleza e limpeza doméstica.

Confira abaixo, a tabela com a variação de preços da cesta Abrasmercado:


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias


menu
menu